27.11.04

A Gaveta Trancada

A Gaveta Trancada é uma instituição na minha antiga casa (i.e., na casa dos meus pais). Passaportes, dinheiros, travelers' checks e outros itens valiosos (como meus dentes-de-leite) ficavam guardados na sobredita Gaveta. Sempre achei que A Gaveta Trancada era sensata e prática, até que eu precisasse de algo que estava lá dentro (cartão de crédito? dólares? meus dentes-de-leite? Não me lembro) com urgência e ambos os portadores das chaves (papá e mamã) estivessem fora de casa. Essa ocasião arrancou muitas gargalhadas do Leo, que sempre foi da opinião que A Gaveta Trancada era uma grande bobagem (até ele perder 200 dólares que sobraram de uma viagem, mas essa já é outra história).
Pois bem: tenho minha própria casa e não tenho umA Gaveta Trancada (por enquanto: estamos trabalhando nisso). Resultado: minha bolsa de mão é o lugar onde guardo coisas preciosas como meus cheques e minha carteira de funcionária pública federal com seu reluzente brasão (nenhum dente-de-leite por enquanto). Conseqüência: minha bolsa de mão pesa uma tonelada e se eu for furtada estou perdida.
Por outro lado, se eu for parar numa ilha deserta posso recriar a civilização a partir dela.

2 comentários:

Lud&Leo disse...

Testando os comments do demo.

DaniMarco disse...

E teve uma conhecida nossa que guarda todos os dinheiros dentro de uma bota vermelha velha, no alto da prateleira do armário, bem à vista... E ela recomendou bem a bota, que é pra ninguém doá-la para um asilo ou coisa assim sem olhar o que tem dentro...