5.5.05

O Caso do Gato

A Verônica e o Júlio estão de nenê novo: um minúsculo gatinho meio siamês (salvo engano) que tem o hábito de se aboletar nos ombros alheios (o que faz com que o Júlio o chame carinhosamente de papagato - uma variação felina de papagaio, pra quem não entendeu).
Mas o nenê meio siamês, meio ave ainda não tem nome. O pai quer que seja Sméagol (Gólum para os íntimos); a mãe quer que seja Gandalf (já que o pelo é meio cinzento).
Como sou muito boa para batizar rebentos alheios, logo sugeri uma combinação dos nomes dos progenitores, como Vúlio ou Jurônica. Mas não ficou bom (alguns nomes simplesmente não funcionam bem juntos. São incapazes de gerar pérolas como Leomila e Ludnardo).
Então vou abrir uma enquete: como deve ser batizado o filhote de bigodes da Verônica e do Júlio?
1- Glebilson (Bill pros chegados);
2- Sugestões, por favor!

3 comentários:

Anônimo disse...

Ei Lud!!!
Não sei qual seria o melhor nome para o "pobre bichano sem nome" (citando Audrey Hepburn, em Bonequinha de Luxo...), mas definitivamente não devem ser usados nomes referentes ao Senhor dos Anéis, pois o bicho pode começar a se apegar demais aos seus amigos e não deixar ninguém chegar perto dos "my precious" dele!!!!
Beijos,

Christina

Julio Yoshinari disse...

Opa, então o mais provável é Sméagol, uma vez que daqui a uns 6 meses o veterinário (Dr. José Frodo Luiz) vai tirar seu "My Precious"... ;-)

* Isa * disse...

eu também quero um gatiiiiiiiinho! mindá? =)