8.6.05

O Caso do Aniversário de Casamento

Hoje eu e o Leo fazemos um ano de casamento. No civil, digo. No religioso, só amanhã.
Para o Leo, o que conta é o civil. Afinal, é o que vale mesmo. Até porque o nosso religioso não foi na igreja (imóvel, não instituição) e, portanto, foi só uma bênção (não contem para minha avó!).
Para mim, o que conta é o religioso. Afinal, foi quando eu me vesti de noiva, usei véu e carreguei um buquê. O valor simbólico das coisas é muito importante para mim. E, além disso, depois que nos casamos no civil foi cada um para sua casa!

7 comentários:

Julio Yoshinari disse...

Na minha opinião, vcs devem comemorar as duas vezes ;-)

Giselle Silva disse...

Parabéns pra vcs!!!
Tenho certeza que vou ler "O Caso do Aniversário de Casamento L!"
Quanto a comemorar, tenho a mesma opinião do Júlio, vcs devem comemorar as duas datas! E vai uma dica: aproveita e emenda as comemorações até o dia dos namorados!!! Que tal?

DaniMarco disse...

Isso mesmo! Dois aniversários (três, se vcs contarem o de namoro. Ops, quatro se contar o noivado). Pelo menos é melhor que o Marco que acha que casamos no dia errado (a desculpa esfarrapada dele: é que a viagem saía no dia 9, então ele guardou). Pra quem não sabe, casamos no dia 08!! E o bom de dois dias de comemorações é que só assim vcs vão dar conta desse bolo de aniversário enorme trazido de BH...

Anônimo disse...

Comemorar e lembrar as datas que marcam os momentos felizes da nossa vida é sempre muito bom. Que vocês comemorem sempre essas datas, únicas para vocês.

Clarice

Anônimo disse...

Quando o Leo falou de data importante no e-mail, logo imaginei. Parabéns gente !!!
Comemorem bastante.
Rubia

Alexandre disse...

Pois é, até que em fim, suas primeiras bodas. Um mega parabéns para vocês. Espero que as comemorações se estendam até a gente se ver.

Anônimo disse...

MAMY DISSE

Não da para imaginar que este ano passou tão depressa
um milhão de parabens para voces e que a vida continue sempre prazeirosa como tem sido
beijos aos montões
comemorações idem ....