8.7.05

O Caso dos Livritos

A saga paulistana finalmente acabou (nossa, como essa viagem de fim-de-semana rendeu posts) e estamos de volta à programação normal.
Meus livros em inglês, aqueles que iam demorar 12 semanas para chegar, deram as caras em apenas 10. Foram entregues aqui na receita na quinta-feira passada, dentro de uma sacola branca gigantesca, parecendo que tinha um defunto dentro. Mas não tinha – eram só 36 pocket books muito bem escolhidos por mim e pela Daninha.
No fim-de-semana fui à Goval para dividirmos o tesouro. Desde então eu já devorei 5 deles, o olha que eu estou tentando economizá-los para durarem mais, e que estou muito ocupada com academia e eventos sociais. Ou seja, só sobra para lê-los o período de 11 da noite (hora em que eu geralmente durmo) às 1 da manhã (hora em que eu capoto). O resultado é que eu fico igual a um zumbi durante o dia.
Mas ontem eu me vinguei. Aproveitei que o Leo tinha um evento na empresa e não fui na academia, não fiz nada, só li livros das 5 da tarde até 11 e meia da noite. Acompanhada de uma bacia inteira de pipoca e uns chocolatinhos.
É, foram livros mesmo. Terminei o que eu estava lendo, comecei e terminei um menorzinho, e comecei outro absolutamente ótimo, que me roubou muitos minutos preciosos de sono!

4 comentários:

DaniMarco disse...

Qual, qual? Faça uma lista dos melhores, preu saber depois... O Burning Point da Mary Jo Putney não é lá essas coisas... E eu tinha tantas esperanças...
Beijo!

Lud&Leo disse...

O livro ótimo é o "Dream a little dream", da Susan Elizabeth Phillips... a gente encomendou 3 livros dela e você ficou com 2! Lê logo! Se bem que é bom deixar alguns livros bons pro final...

Lud&Leo disse...

Ah, o China Bride da Mary Jo Putney também não é lá uma brastemp tb não. Tô começando a desconfiar que a MJ Putney tem momentos de brilhantismo e momentos ordinários...

* Isa * disse...

eu aqui indo na academia todo dia, com a barriga doendo de fazer abdominais, e vc aí comendo pipoca e lendo livros?!?!?
pergunta 1: quem está de férias e quem não?
pergunta 2: quem é o ideal de magreleza da mãe e quem não?
life's unfair! =)