13.9.05

O Caso da Greve

Primeiro meus colegas de trabalho entraram em greve por aumento e atribuições. Eu não entrei porque estava em estágio probatório. Aí o governo sinalizou que topava negociar. Voltaram da greve. Agora o governo tá fazendo uma proposta bem mixuruca, então é bem possível que o pessoal entre de novo em greve. E eu nisso?
Eu tenho pilhas e pilhas de trabalho para fazer, até porque minha chefe quer mudar as MINHAS atribuições, então tenho que fechar as coisas nas quais estou trabalhando para começar a fazer outras. Além disso, tenho uma novela e um livro para escrever até dia 31 de outubro, para participar de concursos diversos. Até que a greve vinha em boa hora, né?
Mas como eu estou em estágio probatório, só entro em greve se outras pessoas na mesma situação entrarem comigo. A possibilidade de exoneração é mínima, mas e se decidirem me pegar para cristo?

7 comentários:

Anônimo disse...

Tia Lud,

Não é conselho, mas aceite sugestão de quem conhece essas coisas.
Não adira a greve alguma antes de efetivada.
Abrs.

Anônimo disse...

P.S.: efetivada você no cargo, não a greve...

Lud&Leo disse...

Por que não aderir à greve, comentarista anônimo? Qual é a pior coisa que pode acontecer?

Anônimo disse...

Exoneração sumária.

Lud&Leo disse...

Dê exemplos de greves nas quais isso aconteceu, por favor.

Anônimo disse...

Não conheço nenhuma.
Fique "en garde", porém: somente servidores estáveis têm direito a perda do cargo apenas em decorrência de sentença judicial transitada em julgado ou de processo administrativo disciplinar (art. 22 da Lei nº 8112/90).
Para os demais não há necessidade de rigor, tanto mais se você for "pega pra cristo"...
Mais ainda: falta de assiduidade é violação de dever funcional (inciso X do art. 116); punição, mesmo mais branda do que exoneração, então, seria mácula no prontuário e, como tal, atrapalharia qualquer desejo futuro de promoção na carreira ou ingresso em outra melhor.
Abrs.

* Isa * disse...

Coooooomo assim, se eu vi Flashdance? CLARO que eu vi Flashdance! Aliás um dos meus traumas de infância é que ia passar Flashdance na Tela Quente e a mãe não deixou eu ver porque eu tinha que dormir, ou porque fui pro sítio com eles, e eu pedi pra vocês gravarem e vocês *não* gravaram!!!!
Blé atrasado! =)