1.9.05

O Caso das Aulas de Tênis II

Como eu já expliquei, o Leo está me ensinando a jogar tênis. São 4 sessões por semana: segunda, quarta, sábado e domingo. Nas terças e quintas eu vou para a academia e na sexta – dá um tempo, né?
Ontem ele disse que se a gente continuar nesse ritmo, daqui a um mês vai ser quase divertido jogar comigo.
Estou muito orgulhosa de mim mesma.
* * *
No clube, há duas quadras: uma de saibro e uma de concreto. Na de concreto os meninos jogam futebol e tem uma cesta de basquete, mas dá pra colocar uma rede de tênis e bater uma bolinha. Isso porque a de saibro está geralmente ocupada por nosso amigo Glebílson e seus pupilos.
O problema é que as placas de concreto aparentemente foram instaladas sem o menor respeito pela dilatação natural dos materiais, porque em vários pontos elas ficam levantadas, fazendo que a bolinha quique das maneiras mais bizarras.
Ah, e também tem uma rachadura em um dos lados da quadra. A construção é meia-boca mesmo, ou aconteceu um terremoto aqui na região e nem ficamos sabendo.
* * *
No sábado e no domingo a gente acaba jogando de dia, mas o calor já deu as caras por aqui e a sensação é que estamos no meio do deserto. Nos dias de semana jogamos à noite, que é quando temos tempo, e aí é muito melhor.
E antes que digam: se está calor, pulem na piscina!, já aviso que o calor chegou por aqui, mas não o suficiente para aquecer a água dos ambientes. Da última vez que mergulhei, a temperatura do meu corpo caiu uns 10 graus em 30 segundos e eu saí da piscina congelada.

2 comentários:

DaniMarco disse...

O verão definitivamente já chegou na região. Estou até mais corada! (é o esforço de andar na esteira inclinada nesse foooorno!!)

Anônimo disse...

Inveja de você e Leo...
(No bom sentido!).
Abrs.