19.9.05

O Caso das Férias (dos outros)

Minha irmã viajadora ligou no fim-de-semana (e a cobrar!) pra dizer que já tinha chegado nos States e que estava tudo muito bem. Fora o fato de o vôo ter atrasado horrores: com todo mundo sentadinho em seus lugares, o comandante avisa que há um pequeno probleminha na aeronave. Ela e meu cunhado ficaram esperando uma hora até que decidissem que realmente não rolava de usar o avião, e que os passageiros tinham que descer e ser transferidos para outro. O legal é que mandaram a galera que ia embarcar no avião no qual instalaram minha irmã para o portão no qual estava o bichado.

A parte boa é que agora ela já conhece Nova York: passou por dois aeroportos por lá, e até foi levada de um para o outro. Mas ela disse que não deu pra ver nada, nem a Estátua da Liberdade, nem o Ground Zero. Só um campo de beisebol. Mas tá valendo: oficialmente, ela foi a Nova York antes de mim.

Perguntei se ela já tinha experimentado o achocolatado Hershey’s, que é um leite que vem na caixinha igual aos nossos aqui, só que temperado com Hershey’s. O negócio é até grossinho de tão cremoso, e deve ter umas 300 calorias por copo, mas é simplesmente fantástico. Existem outros achocolatados prontos por lá que são gostosinhos, mas nenhum chega aos pés do Hershey’s.

Minha boca encheu d’água só de pensar.

Ah, e ela disse que ainda não.

3 comentários:

Anônimo disse...

Hummm, lembrei que para melhorar ainda mais esse achocolatado é vendido em galões! Galões! Também estou com saudades dele.

Isa disse...

Lud,
eu tenho que comprar outro celular porque meu contrato com a Oi vai até novembro, ou seja, tenho que pagar por minutos até lá. Vc conhece alguém que queira vender um celular velho? Mas tem que ser de chip...
ps: esse comentário aí em cima ou foi você que escreveu, ou foi o Leo =)

Lud&Leo disse...

Isablé, você é obcecada com a idéia de que eu e o Leo nada fazemos além de colocar comments no nosso próprio blogue. Você está enganada!!! Eu sou a única pessoa que eu conheço que tem comments-spam, então não preciso me rebaixar a esse tipo de procedimento. E quando o Leo tem comentários a fazer, ele me conta, ao invés de postar no próprio blogue!