2.6.06

O Caso da Maquiagem

Minha mãe nunca usou maquiagem e sempre foi uma mulher sem vaidade. Ela se horrorizava com a perspectiva de uma das filhas fazer a sobrancelha e sempre tentou nos convencer que pintar o cabelo (ainda que fosse com um daqueles tonalizantes que saem em 2 meses!) ia estragar o dito-cujo e nos deixar carecas a longo prazo.

Talvez por isso mesmo, eu adoro maquiagem. Acho que é a mesma coisa de pintar e colorir, só que no rosto da gente (mas não se assustem, eu não tenho Picasso uma inspiração nessa área).

Como diz a Elizabeth Hurley, aquela atriz inglesa maravilhosa que foi casada com o Hugh Grant: “eu poderia não usar maquiagem, mas por que eu faria isso, se qualquer mulher fica tão mais bonita com a ajuda de produtos de beleza?”.

Se a Elizabeth Hurley diz isso, eu, pobre mortal, vou discordar?

2 comentários:

Patricia disse...

Oi Lud!
Eu continuo tentando estudar...
E falando em maquiagem eu ADORO! tenho um monte, mas durante a semana eu não tenho tempo de ficar me maquiando para vir ao trabalho.
Só no fim de semana quando vou para algum lugar.
Otimo Fim de Semana!!!
E semana que vem continua postando assim todos os dias ok?!?!
Ah! to fazendo blog quando ficar pronto te deixo o link, ai vou postar uma foto que tirei com sua amiga Lili, la na Bienal...hehehe
Bjus!

Anônimo disse...

Eu tambem GOSTO MUITO de maquiagem......
Sua sogrinha que te adora
Beth
Beijos aos montes.
e :muitas saudades .......