5.6.06

O Caso das Encomendas

Minha irmã voltou de uma viagem aos States e trouxe um tanto de encomendas e presentes. Os mais divertidos foram:

1) um tocador de MP3/gravador para eu gravar as aulas da pós. Ele é muitas vezes mais barato do que um iPod, e também não é lá um ganhador de prêmios de design, mas é muito leve e prático. A vantagem é que eu não vou ter dó de jogá-lo dentro da bolsa, nem de fazer exercícios com ele. Acho que vou colar nele um adesivo da Hello Kitty, igual eu fiz com a raquete de tênis do Federer, para ver se o quesito beleza aumenta. E é claro que ele já foi rebatizado de ludPod (porque esse a Lud pode ouvir).

2) um hidrante/auto-bronzeador. Depois de escutar de vários dermatologistas que eu devo evitar o sol, e que minha morenice instrínseca é uma ilusão, desisti de ficar torrando no clube (até porque estamos no inverno e está fazendo um frio danado). O problema é que aqui faz muito calor, e é inevitável andar na rua com os braços de fora. Resultado: braços bronzeados e pernas claras, o que fica muito engraçado quando eu uso vestido. Mas agora, com meu hidratante/auto-bronzeador, minhas pernas vão ficar da mesma cor dos meus bracinhos, sem nenhum risco para a minha saúde, nem para as minhas costas, porque ficar no clube com a parte de cima do corpo na sombra e a debaixo no sol exigia um certo malabarismo.

Nenhum comentário: