27.7.06

O Caso da Next Top Model

Há uns dois anos o Leo descobriu um seriado que ele achou a minha cara: America’s Next Top Model, ou seja, A Próxima Top Model dos Estados Unidos. É um reality show que pega 12 moças com potencial e vai ensinando a elas os truques da profissão. A cada episódio uma cai fora e a última que sobra é a vencedora.

O Leo tinha razão: eu adoro o programa. Em cada um deles tem uma sessão de fotos muito legal, o que alimenta meu lado produtora de moda. Dá até para pegar umas manhas a respeito de como sair bem nas fotos. E ainda tem make-overs, que é uma das minhas coisas preferidas! É incrível como um bom cabeleireiro (e um bom tinturista. E um bom maquiador) consegue transformar uma pessoa.

O programa deu tão certo que gerou filhotes. Teve o Great Britain’s Next Top Model, que foi de uma pobreza franciscana. As meninas ficavam em um alojamento horroroso, com beliches (!). As sessões de fotos eram totalmente meia-boca. E como as concorrentes eram bem feiosinhas (a mulher britânica não é conhecida pela sua beleza), nem chegamos a assistir a temporada inteira.
Aí veio Australia’s Next Top Model. Bem melhor, eu admito, mas ainda assim faltava grana. A apresentadora era meio sem sal. E os make-overs foram a coisa mais sem graça – teve gente que a equipe achou que estava bem, então as meninas ficaram do jeito que estavam. Que saudade do programa americano, no qual teve uma raspando a cabeça e outra abandonando a competição porque não queria cortar o cabelo curto!

Ultimamente temos visto Canada’s Next Top Model, que é quase tão legal quanto o original. A apresentadora não é nenhuma Tyra Banks, mas é bonita e razoavelmente simpática. O problema desse programa é que, sem sacanagem, as meninas são feias! Ou devo dizer exóticas? As mais bonitinhas foram eliminadas logo no começo, e agora tem umas três ou quatro garotas totalmente assustadoras. Fica até difícil torcer para uma delas.

A última descoberta do Leo foi o Germany’s Top Model. Vimos o começo do primeiro capítulo e concordamos que nesse sim a produção tem grana. A vencedora vai aparecer na capa da Cosmopolitan alemã e a apresentadora é a Heidi Klum. As meninas alemãs parecem bem jeitosinhas. O único probleminha é que o programa é em alemão... e não tem legenda. Mas não tem problema. A gente já sabe tudo que vai acontecer mesmo. É só irmos direto para as sessões de fotos e as eliminações, pulando toda a parte dos dramas e conflitos das concorrentes.
Que nunca eram lá muito interessantes mesmo.

Um comentário:

* Isa * disse...

então! faz uma sessão de fotos comigo, esse final de semana? =)