27.2.07

O Caso da Páscoa

Falta a Quaresma quase inteira para a Páscoa chegar, mas eu já estou pensando nos ovos que eu vou ganhar e no chocolate que eu vou comer. Passei semanas sem ele, por causa da dieta, mas já faz um tempo que eu o reintroduzi no meu cardápio e voltei a ser a chocólatra de sempre. O problema é que eu não fico satisfeita com só um pouquinho. Ou eu não como nada – e aí até esqueço como é que é e não ligo mais – ou eu como todo dia, e não tem conversa.

Ainda assim tenho tentado lidar com o chocolate de maneira racional e saudável. Até comprei uma caixa de tabletinhos de Talento vermelho – pois avelãs são funcionais, sua gordura é boa, e elas ainda diminuem o índice glicêmico do chocolate. Só que elas impedem que o chocolate derreta na boca. Ficam aqueles pedacinhos espetando a lígua da gente!

Acho que na Páscoa eu vou tirar umas férias dessa bobagem de ser saudável. Aumento minha quota para até 50 g de chocolate por dia, durante uma semana inteira!

Vai ser fantástico.

Um comentário:

DaniMarco disse...

Eba, páscoa! Não dá para já adiantar as porções pascoalinas durante a quaresma, não?