23.3.07

O Caso do Trabalho

Descoberta empolgante: a palavra “trabalho” vem do latim “tripaliare”, que significa martirizar com um instrumento de tortura, o “tripalium” (que significa “com três paus”).

Que trabalhar pode ser torturante não é novidade para ninguém. Fiquei logo imaginando uma fila de escravos sendo cutucada com tripaliuns por feitores malvados.

Só que aí surge o “paradoxo do ócio”: se para trabalhar a pessoa tem que ser cutucada, QUEM CUTUCA OS CUTUCADORES?

6 comentários:

DaniMarco disse...

Os cutucadores são uns sádicos que GOSTAM de cutucar os outros - pra eles, isso nem é trabalho...
Estou esperando vcs!!

Anônimo disse...

Adoro a etimologia dessa palavra! Meu pai tinha me falado dela uma vez. Como gostar de alguma coisa que nasceu com o significado de tortura? Hehe. Agora, para ver quem cutuca os cutucadores.. vou usar minha aula que analisa textos de teologia, okk? Segundo a demonstração de São Tomás de Aquino para provar a existência de Deus, tudo no mundo precisa de um motor, que dá o movimento (movimento no sentido dos antigos e dos medievais, que significa "transformar potência em ato". Não é movimento no sentido moderno de "se mexer"). O abacate, por ex, tem como motor o abacateiro, que tem como motor a terra, etc, e, para não ser assim até o infinito, é assim até chegar ao primeiro motor, que é Deus - que é imóvel, logo, não é movido por ninguém (pq, se fosse movido por alguém, seria potência, e dependeria de um motor. Deus é só ato e independe de um motor). Assim, quem move os cutucadores, para São Tomás de Aquino... É Deus!!! Hehehe!
Bjo!!
Lili

Natt disse...

deve ser assim, detado numa rede e cutucando com um braço só, né não? :)

:*

Natt disse...

*deitado

Natt disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Isabella disse...

Lud,
Me dá uma mãozinha, vai...
Como vc faz essa ua tabela de estudos...? Tô precisando mto de uma organização assim!
isabelhinha@hotmail.com
Um beijo!