4.4.07

O Caso do Tempo

Que horror: o primeiro trimestre do ano já acabou. O tempo realmente parece passar mais rápido à medida que a gente envelhece. Conheço duas teorias para explicar o fato:

1ª teoria (produzida por um amigo doidão): para uma criança de 1 anos, um mês é 1/12 da vida dela. Uma eternidade. Para uma moça de 30, um mês é 1/360 da minha vida. Uma ninharia.

2ª teoria (produzida pela ciência): o cérebro humano tem um mecanismo para evitar superlotação: todas as vezes que você vê/aprende/percebe uma coisa nova, ele registra com detalhes. Quando a coisa é batida, ele nem fixa. Você se lembra a maneira exata com que pescou a chave dentro da bolsa e trancou a porta? Pois é, fica automático. Mas, para uma criança, tudo é novidade.

Gosto muito da segunda teoria, que também explica porque, quando você viaja para um lugar diferente ou muda de emprego, o tempo parece demorar mais a passar. Mas provavelmente a realidade é uma soma das duas, mais de uma terceira e quarta teorias que ainda não me ocorreram.

Nenhum comentário: