17.8.07

O Caso das Tintas

A descoberta do sapateiro pintor de sapatos abriu novos mundos para mim. E reciclando, eu ainda economizo! Ou seja, passar por lá levando itens que já passaram de sua primeira juventude está se tornando um dos meus passatempos favoritos.

Da última vez levei uma bolsa preta que eu adoro mas que estava meio gasta e outra dourada cuja alça estava se desfazendo. A bolsa preta foi pintanda e engraxada e ficou quase nova; a dourada ganhou uma alça diferente, de camurça bege, que é mais chique que a original. O sapatinho caramelo que eu estava ameaçando pintar de vermelho-mertiolate também ficou ótimo. A cor é cheguei pra burro, mas combinou tão bem com o bico redondo!

No momento ambiciono transformar uma jaqueta de couro laranja-queimado, que é bonito, mas difícil de combinar. Tenho certeza que marrom-café ou preto vão deixá-la muito mais utilizável.

E a cor escura vai diminuir as ombreiras dela, que são gigantes.

Nenhum comentário: