20.8.07

O Caso do Almoço

Estou indignada. Fui à casa de uma colega de trabalho no feriado almoçar e, depois de perguntar do que eu o Leo gostávamos – ao que eu respondi “arroz, feijão, carne e salada” – ela vai e me serve... lentilha refogada!

Eu nunca tinha comido lentilha. Portanto, nem percebi que não era feijão na hora de me servir. Até a cor estava parecida. Só quando comecei a levar a primeira garfada em direção à boca que a danada da colega pergunta: “Vocês gostam de lentilha?”

Aí era tarde. Tive que continuar o trajeto da garfada, mastigar e engolir. E comer o que estava no prato, claro.

Ruim, ruim, não é.

Mas detesto que me enganem.

4 comentários:

Anônimo disse...

E se acaso ela ler este post?
=]

Anônimo disse...

Que mundo vc vive? Não sabe diferenciar uma lentilha de um feijão??? Nunca comeu lentilha?? Pelo amor!

Anônimo disse...

Algum problema da Lud nunca ter comido lentilha?

Anônimo disse...

1) Ué, Lud, mas não foi você mesmo quem disse: "É oficial: não sou mais uma pessoa enjoada para comer.
" (Post das Delícias)

2) Você acha que é todo mundo que nasceu e se criou no Ritz como eu e que serve-lhe um menu especial p/ vocês - como nos sempre fazemos? Lembra-se da vez retrasada?
Entrada: creme bisquê servido com frutos do mar e crouton de pão aromatizado com azeite de trufa; Principal: polpetone de filé mignon recheado de queijo muçarela , crosta de soja tostada e nhoques de batata baroa com creme de queijos e nossa deliciosa sobremesa de musse de nougat?)
Marco