18.10.07

O Caso da Decisão

Então eu decidi que ia ser mais sociável. Esse negócio de ficar só estudando, sem vida social, estava me deixando irritada e desanimada. E o Bill Douglas bem fala: não adianta passar em concurso se não tem ninguém pra comemorar com você.

O problema é que eu não sou naturalmente amigável. Tenho que fazer um trabalho consciente para me aproximar das pessoas. E ainda disfarçar o fato de ser uma esnobe horrível – pelo menos até que me conheçam melhor e passem a gostar de mim.

Nesse processo de fazer amigos e influenciar pessoas, descobri uma coisa ótima: gente interessante é quem se interessa pela gente. Então, é só eu fazer um monte de perguntas pro povo, e prestar bastante atenção nas respostas, que aumentarei exponencialmente meu nível de popularidade.

Nenhum comentário: