11.10.07

O Caso do Milk-Shake

Descobrimos aqui na cidade um lugar fantástico chamado 1.000k-Shakes. Ele não tem mil sabores de milk-shake, como o nome autorizaria a supor, mas tem um monte – pelo menos uns 30. Sem contar os sabores especiais, como ovomaltine e amarula.

Eu e o Leo fomos lá no domingo. O melhor é que dá pra ver a pessoa fazendo: ela bota no copo um monte de sorvete italiano de baunilha, calda do sabor apropriado e uns pozinhos misteriosíssimos, que ficam dentro de caixinhas com os nomes dos sabores. Depois disso ela usa um aparelho que parece um mixer, só que é quente, para amaciar o sorvete e misturar os ingredientes. Leite mesmo não tem, a não ser que o pozinho misteriosíssimo seja leite em pó com sabores artificiais.

Nós tomamos o milk-shake de ovomaltine e gostamos. Agora quem vier nos visitar tem mais uma atração para conhecer.

2 comentários:

Anônimo disse...

Nossa, amiga, fiquei até emocionada agora! Tudo bem, pensei que minha ida a BH fosse um motivo a mais para sua visita, não o motivo principal! Estou me tendo certeza... e acabo de promovê-la a amiga top de linha master power plus!
Lili

Daniela disse...

Oba, icecreamshake! (estou começando a achar que Fabriciano é um pólo internacional no quesito sorvetes excepcionais: primeiro os Sorvetes Marão, e agora esses!)