10.12.07

O Caso do Caderninho

Toda vez que eu viajo para fora compro um caderno pequetito para anotar dicas e lembretes. Ele fica morando dentro da bolsa, junto com uma caneta, e carrega a lista dos endereços, encomendas e presentes, sendo especialmente útil para registrar preços de free shops diferentes.

Ultimamente tenho comprado mini-agendas ao invés de caderninhos. A vantagem é que as dicas relativas a cada cidade ficam no dia em que estaremos nelas. E sobram muitos meses para as anotações sobre as comprinhas!

Nesse fim-de-semana comprei uma mini-agenda 2008 (mini mesmo: é quase do tamanho da palma da mão), de capa preta, bonitinha, boa mesmo. Seu único defeito é que não tinha marcador. Então eu mesma criei dois, usando fitas pretas fininhas que extraí de uma blusinha e guardei. Porque, meus amigos, quem guarda tem!

Nenhum comentário: