17.12.07

O Caso do Flight of The Conchords

Ultimamente tudo que provém da Nova Zelândia tem nos interessado. Sendo assim, estamos interessadíssimos em um seriado da HBO chamado The Flight of The Conchords. Trata-se da história de uma banda, formada por dois neo-zelandeses, Bret and Jemaine, que tenta a sorte em Nova York.

O agente dos personagens cumula o cargo com o de cônsul da Nova Zelândia. A piada interna é que existem tão poucos neo-zelandeses no mundo que cada um deles tem de ter mais de uma função.

No meio dos episódios, Bret e Jemaine saem cantando e dançando músicas de sua autoria. Hilário. Uma canção de amor, por exemplo, vai mais ou menos assim: “Você é tão bonita/ com certeza a garota mais bonita do bar/e na rua, dependendo da rua/você é com certeza uma das três garotas mais bonitas do lugar/Você é tão bonita/que podia ser modelo durante parte do dia/não o suficiente para largar o emprego/mas durante parte do dia, ah, durante parte do dia você podia.”

Aproveito pra prestar bastante atenção no sotaque dos personagens. O “e” deles é praticamente um “i”. “Bret” vira “Brit”, “dead” vira “did”.

Já sei como conseguir ovos mexidos no café-da-manhã. É só pedir “iggs”.

2 comentários:

Camilinha disse...

Menina, se eles são poucos eu não sei, só que que quando estive em Paris, o time de rugby deles estava acampanhando praticamente embaixo da Torre Eiffel, poluindo o visual das fotos.grrrrrr

Camilinha disse...

ps.: eu quis dizer acampando, de camping, no post acima
;- )