29.2.08

O Caso do Chilique

Eu achava que a convivência com o Leo estava me tornando uma pessoa melhor. Hoje cheguei à conclusão que meu gênio continua ruim como sempre, só que conviver com o Leo elimina a maior parte dos aborrecimentos dessa vida. Essa manhã tive um (caiu maquiagem no tapete branco) e eu bufei, fui lavar o tapete para não manchar, joguei o sabão longe, espirrei água, e guinchei tão indignadamente que o Leo veio ver se tinha acontecido algum acidente.

Ou seja, continuo uma peste. Mas uma peste com poucas oportunidades para se manifestar.

Um comentário:

Anônimo disse...

Ei Lud!!

Você pode até ser peste (que eu não concordo), mas uma peste danada de legal!!!

Beijo,

Chris