14.3.08

O Caso dos Países Nórdicos

Da Dinamarca pulei para Suécia, Noruega e Finlândia, e descobri muitas novidades encorajadoras: quase todo mundo fala inglês, o que facilita loucamente a nossa vida; os invernos não são tão rigorosos, por causa da corrente do golfo; os países são realmente pequenos, o que permite que a gente não perca tempo nos deslocamentos.

Aí o Leo leu na internet que os países nórdicos são ainda mais caros do que a Inglaterra, um lugar no qual a moeda (libra) vale quase 4 reais.

Ah, não! Se é assim, prefero conhecer Escócia, Irlanda e a própria Inglaterra, um destino que a gente ficava adiando por causa dos preços extorsivos. Até porque agora o Leo já sabe dirigir na mão inglesa!

Nenhum comentário: