9.5.08

O Caso das Crianças

Após observer alguns eventos infantis com a objetividade de uma antropóloga, cheguei à conclusão que o problema não são as crianças pequenas: o problema são os adultos com crianças pequenas.

Os pais perdem todo interesse no mundo exterior. A conversa gira em torno das conquistas dos rebentos. Os encontros viram um momento de exibição do infante, coitadinho. E toca a cantar música do pintinho, do trenzinho, do carrinho e do coelhinho.

Sim, acho que se deve dar atenção e estímulo às crianças. Mas também acho que os pais devem lembrar que aqueles que não têm filhos possuem um limite de tolerância muito inferior àqueles que os têm. E que os amigos são seus, não dos seus filhos, e portanto estão muito mais interessados na sua vida do que na da deles.

Pronto, falei.

* * *

Perdi mais 200 g. O Leo perdeu o dobro. Continuamos animados e alegrinhos.

* * *

Projeto Chocolate (em dias):

Lud 4, chocolate 1. Papei meia trufa ontem, e ela estava óóótima! Resultado: não tive fome à noite, não comi carboidratos após as 18 horas, eles não retiveram 4 vezes seu peso em água, e eu esmagreci.

Lição de hoje: o chocolate é amigo da dieta!

* * *

Obs: o verbo “esmagrecer” é invenção da minha irmã Isabela. É uma mistura de “esmirrar” com “emagrecer” (ou pelo menos eu interpreto assim). Não é legal?

Um comentário:

lilah disse...

lembrando que o verbo 'esmirrar' é também provavelmente inventado =)

e eu nada de esmagrecer!!!