30.7.08

O Caso do Alemão

Eu tinha aquela vaga impressão, que todo mundo tem, de que Alemão é uma língua difícil. Entretanto, depois que descobri que eu podia aprender on-line o básico em 12 semanas, fiquei achando que era preconceito da galera. A língua é parente do inglês e inglês eu sei. Além disso, eu tenho a teoria que, absorvido o primeiro idioma estrangeiro, os outros são mais fáceis, porque você já pegou a manha de aprender. Ou seja, moleza, né?
Ontem fiz minha primeira aula de alemão on-line. Já sei me apresentar (Ich bin Ludmila!) e perguntar se você é alguém (Sind Sie Claus Neddermeyer?). Também sei que aeroporto é Flughafen, que “muito prazer” é Freut mich e que “também” é auch.
Tudo muito fácil até eu chegar na parte de “sons do alemão”. Existem trinta, TRINTA regras de pronúncia! E algumas são mega obscuras, do tipo “quando o ‘d’ aparece no fim da palavra, soa como ‘t’” e “quando o ‘s’ aparece no começo da palavra antes do ‘t’ e do ‘p’, soa como ‘ch’”.
Até que eu fixei, né?

Um comentário:

Anônimo disse...

Quando vc chegar nos trendbarrenverben e nas concordâncias, você me fala, tá?
Dani