29.10.08

O Caso dos Dinheiros da Viagem

A Natália (Prazer, Natália!) perguntou nos comentários se a crise não vai afetar a viagem e disse que está aflita. Pode ficar sossegada, Natália: estamos de olho. Você está certa: não vamos usar cartão de crédito, porque a conta pode vir salgada. Estamos atrás de
alternativas.

Primeiro fizemos a rapa nas gavetas da família, implorando por dólares e euros. Deu um dinheirinho bom, mas não o suficiente para cobrir toda a necessidade (estadia + gastos diários). Depois pensamos em apelar para um doleiro. Aí quem ficou aflita fui eu, porque comprar moeda no paralelo sempre me pareceu vagamente ilegal (e é mesmo, embora todo mundo faça e anunciem a taxa na tevê). Sem falar que nunca achei boa idéia ficar carregando cash por aí, com o risco de perda ou furto.

Então nos lembramos de que existe um tal de Visa Travel Money, um cartão que você carrega com os dólares/euros na cotação do dia e usa para sacar dinheiro na moeda local em caixas automáticos Visa no mundo todo. A cotação é pior do que a do doleiro, mas segurança e tranqüilidade não têm preço. Já fizemos o nosso por telefone, com o valor mínimo. Agora vamos ficar de olho no câmbio para colocar mais moeda quando ela estiver mais amigável. Por que dólar? Porque ele está se valorizando em relação ao dinheiro europeu, e a tendência é que os dólares que comprarmos agora comprarão mais euros no futuro.

Também temos a opção de sacar dinheiro lá com o cartão de crédito na função débito. Aí a cotação é a do dia. Essa alternativa só vai ser usada em uma emergência, porque, já que compramos o VTM, o jeito é gastar os dólares embutidos nele. Não adianta ficar economizando dólares comprados a 2,3 reais para gastar dólares mais baratos (se o câmbio cair).

No fim das contas, não vamos precisar dos dinheiros da família. O que é bom, porque moramos no interior e ia dar o maior trabalho repor os dólares e euros emprestados.

2 comentários:

Admirável mundo disse...

Realmente... muito bem pensado. Então, boa viagem!! =)))

Anônimo disse...

Definitivamente, vc é demais.. não dá pra competir...