18.11.08

O Caso dos Casos

Sabe quando você descobre uma pessoa parecida com você? Uma pessoa da qual você gosta e com quem se imagina tendo longas e ótimas conversas?

Aí você decide ser amigo dessa pessoa. Você oferece caronas, puxa papos, empresta coisas, conta piadas, presta atenção no que ela fala... e nada!

Não é que ela não goste de você. Não, ela convive socialmente com você numa ótima. Ela simplesmente não está interessada em sua amiga.

Nem o método Karina de fazer amigos e influenciar pessoas (fazer muitas, muitos perguntas) funcionou. Não adianta fazer perguntas quando a pessoa não quer responder!

* * *

Quinta-feira teremos mais um evento integrador aqui no serviço. A idéia é fazer pessoas de todos os departamentos interagirem. Como vocês sabem, odeio ser interagida. Infelizmente não fomos convidados, mas convocados, então não tem jeito de escapar, a não ser com um ataque fulminante de labirintite (uma impossibilidade médica, já que estou tomando remédio para o último até hoje).

Para completar, as duas pessoas que trabalham diretamente comigo não estarão lá. Então, nem um amiguinho para as atividades em dupla eu vou ter. O que significa que vou sobrar, junto com alguma outra pessoa triste sem amiguinhos, e vou ter que fazer atividades com ela.

O pior é que já tem outro evento desses marcado para o ano que vem. Estou seriamente pensando em comandar uma rebelião, combinando com todos os colegas que também não querem ser integrados de ficarmos emburrados o tempo todo.

Talvez assim o chefe capte a mensagem.

3 comentários:

Anônimo disse...

Blé, o comentário foi pro poço... Era pra dizer que pode ser que vc encontre uma pessoa legal, sem amiguinhos temporariamente, nesse encontro. E que no pior dos casos, vc vai ter vários casos pra contar aqui, e razões mil pra reclamar com (e dos) colegas... ;)
Beijo,
Dani

Camilinha disse...

Ah, mas que chatice, hein?
E se for algo mais light, como uma indigestãozinha?
De qualquer forma, vc vai precisar de um atestado. Logo, se tiver um atestado, quer dizer que passou com algo ruim.

A dúvida que paira é...
O que é pior? A integração ou a indigestão?

Mika disse...

Heheh....muito engraçado o modo como vc contas esses "causos" da vida...

Adoro o seu modo de escrever :)