20.2.09

O Caso dos Bons Resultados

Ontem voltei à nutricionista, depois de um mês e meio, para apurar os resultados da dieta e dos exercícios, e eles foram ótimos. Perdi 2,1 kg na balança: 2,3 kg de gordura a menos e 200 g de massa magra a mais.

Nessa meu percentual de gordura corporal caiu de 28% para 25% (o ideal para a minha idade é 21). Não é bizarro que ¼ do meu corpo seja formado por óleos solidificados? Porque meu índice de massa corporal é 20, considerado saudável. Isso quer dizer que sou uma falsa magra, uma magra paraguaia!

Achei o aumento da massa magra uma porcaria (200 g? Fala sério! Eu estou me matando nos aparelhos de tortura da academia!), mas aí me lembrei que estou de dieta, e portanto não ter perdido já é uma vitória.

A nutri ficou surpreendida. Disse que não esperava um resultado tão bom, porque eu já estava na faixa da normalidade. Fiquei toda toda. E achando que eu merecia: tenho me esforçado pra caramba, ido na academia religiosamente e feito a dieta direitinho.

Agora é continuar até a gordura corporal chegar aos 21%.

Aí, é claro, chuto o balde total.

Um comentário:

Anônimo disse...

Hahaha adorei o final!
Lili