17.4.09

O Caso do Xtreme

Na Páscoa me reuni com minhas duas irmãs queridas em BH. Trocamos muitos chocolates gostosos (incluindo bombons de Baileys de Bariloche e nhás-bentas da Copenhagen) e nos divertimos desenterrando jogos da adolescência. Só que, agora, como somos mais velhas e mais espertas, não jogamos normalmente: a gente joga a versão Xtreme.

É assim: no Master Xtreme, quem gritar a resposta primeiro – para qualquer pergunta –avança. No Imagem & Ação Xtreme, quem gritar a resposta primeiro – para qualquer mímica – avança. E no Memomímica Xtreme, ao invés de fazer cada ação de uma vez, tem que fazer todas ao mesmo tempo.

A gente gritou muito e riu muito. Eu perdi no Master mas ganhei no Imagem & Ação (no Memomímica todo muito empatou), então fiquei satisfeita (é, eu sou uma má perdedora). E comemos fondue (que a Dani fez) e tomamos drinques (que a Isa fez) e sujamos um monte de vasilhas (que a Lud juntou e o Leo lavou).

Ei, vamos fazer igual no próximo feriado? Vai ser o Tiradentes. Aí a gente pode brincar de Xtreme Forca.

2 comentários:

Daniela disse...

Topo geral! Querem vir pra cá?
Só não imagino as regras da Forca Xtreme Version - quem perder tem que se enforcar? Ou tomar shot?

Anônimo disse...

Fiquei até com vontade de ter irmãs agora!
Beijinho
Lili