22.9.09

O Caso da Dúvida: Por que as Mulheres se Arrumam?

A minha amiga Chris deixou nos comentários a seguinte indagação: “dizem que, na verdade, as mulheres se vestem bem, usam maquiagem e tudo mais pras outras mulheres, e não para os homens... será?”

Bem, eu posso falar da minha experiência. O Maridíssimo não é ligado em roupas (nem nas dele) ou em maquiagem. Quando eu boto uma roupa que faz muito tempo que não uso, ele pergunta se é nova. Ele só percebia que eu me pintava quando eu usava um monte de sombra nos olhos. E às vezes eu usava alguma coisa superfashion e ele olhava meio desconfiado.

Ele e os amigos dele são assim. Eles só notam se a moça “tá bunita”. E a definição de beleza deles passa bem longe dos editoriais das revistas de moda. Boca nude e esmalte roxo não fazem o menor sucesso. Roupa de marca eles nem registram.

Então parece que, de fato, as mulheres não se arrumam para os homens (e eu nem acho que deveriam, tá?). Mas, por outro lado, conheço alguns homens acham, sim, que tem alguma coisa errada com as mulheres que não “se cuidam”. Talvez eles não saibam direitinho o que o “se cuidar” envolva, mas conseguem apontar que a Marina Silva é uma delas. (De novo a Marina Silva! É porque ela é a única mulher pública que eu consigo lembrar que se apresenta de cara limpa (tão bonito isso, para um político). E confesso que já passou pela minha cabeça que um corretivozinho lhe cairia bem. Mas isso foi antes de ler “O Mito da Beleza” da Naomi Wolf, e entender que a Marina Silva não é modelo/manequim, mas política, e portanto a aparência dela não vem ao caso (porque nas olheiras do José Serra ninguém quer passar corretivo, né?)).

Ao fim e ao cabo, o certo é que a sociedade exige das mulheres uma certa aparência. E a punição da sociedade para quem não cumpre suas exigências é a crítica, o ridículo e até o ostracismo.
Nós, mulheres, estamos inseridas na sociedade. Então, é meio automático que a gente repita seus mandamentos. O que acaba sendo um tiro no pé, porque quando eu critico a aparência de uma mulher, estou mantendo vivo e forte o sistema e reforçando que é “natural” que eu também seja avaliada pelo meu visual.

O que a gente faz para mudar isso? Bem, eu estou tentando vivamente não falar da aparência das pessoas (e principalmente das mulheres). Simplesmente não comento. Nem para elogiar. Porque acho que só cabe esse julgamento se estamos falando de atores/modelos, profissões ligadas à aparência. Ou talvez só modelos, porque eu gostaria muito que a profissão de ator não fosse ligada à aparência. Embora eu saiba que seja, principalmente se você é atriz.

E também tento convencer gentilmente as pessoas desse ponto-de-vista. (É, porque eu achava que uma discussão era uma oportunidade para esmagar os outros com meus argumentos vociferantes. Há pouco tempo descobri que uma discussão serve para é para trocar idéias – e se eu escutar atentamente as alheias, é mais provável que os outros também escutem atentamente as minhas). Confesso que não é fácil mudar uma visão que está tão inserida nas pessoas que elas não percebem que é só uma visão, não uma verdade definitiva. Mas acho que o simples fato de abrir o questionamento já é um passo importante.

5 comentários:

lola aronovich disse...

Lud, concordo com tudo. E sabe que nem tinha reparado que a Marina se apresenta de cara limpa?
Só acho que às vezes o medo que temos de sermos ridicularizadas e ostracizadas é muito grande. Eu nunca usei maquiagem (fora um batom que não uso há 3 anos - só manteiga de cacau agora - e umas duas ocasiões em que amigas me "produziram" pra um casamento, não o meu). E claro que volta e meia sou criticada pelas minhas olheiras, mas não tô nem aí. Acho que, por um lado, passar dos 40 é liberador, porque a gente já fica tão irremediavelmente distante do padrão de beleza, que param de nos patrulhar um pouquinho. Ou eu que desenvolvi uma casca muito grossa, não sei.

Delilah disse...

esse final de semana, em ouro preto, o garçom do bar disse pro tio zá: 'continue trazendo essas meninas (eu e a flá) pra embelezar o nosso restaurante!'
quebrei o pau com o moço, no que fui totalmente apoiada pelo tio zá, mas na hora já sabia que não adiantava nada ter quebrado o pau. a gente tem que ser 'boa menina' e falar de mansinho com esses imbecis, senão eles não ouvem. aff.

Anônimo disse...

Ei Lud!

Obrigada por colocar minha questão na roda! rs
Mas eu acho que elogio é sempre bom! Mesmo porque, ele está diretamente ligado ao bom gosto da pessoa, não à moda: lembra quando elogiei uns sapatinhos de boneca seu? Elogiei porque achei muito fofo e lindo! Não porque era da moda! Era seu bom gosto! só isso... Beijo, Chris

Fernanda disse...

Ei, Lud! Concordo com tudo e ando meio encucada com esse assunto também. Fico revoltada com o tanto que eu gasto com salão, sendo que os homens não gastam nada. Enfim... Uma coisa que eu resolvi fazer é evitar revistas femininas. Acho que elas são prejudiciais e não quero alimentar esse tipo de prática. Não compro, não leio e tento difundir esse valor. Fico revoltada de "assunto de mulher" ser sempre como agradar seu homem (no sexo ou comportamentalmente), como ficar magra, como gastar com roupas e cosméticos. Tipo... Jura que ser mulher é isso? Enfim... BOICOTE! Sei que isso seria difícil pra você, mas acho que vale a pena. Tem tanto assunto mais interessante pra ler...
Beijinho

LudLeo disse...

Lola,
eu tenho 33; não estou longe dos 40, ainda bem. Minha ambição é não demorar muito para alcançar essa serenidade dos que não temem o ridículo e o ostracismo. É um processo, né? Então vamos que vamos.

Delilah,
que bom que você quebrou o pau. Que bom que o tio Zá apoiou. Orgulho de vocês dois.

Chris,
Eu gosto de elogiar as pessoas. Acho uma gentileza. E também gosto de receber elogios. Só não estou querendo dar muita importância às aparências, sabe? O que não quer dizer que vou ficar brava se alguém gostar do meu sapatinho de boneca =D.

Oi, Fernanda!
Assino embaixo de tudo que você disse sobre as revistas femininas. Minha relação com elas anda altamente conflituosa. Tenho tanta coisa a dizer a respeito que acho que vou fazer um post!