30.9.09

O Caso do Intercâmbio na Austrália

No sábado fui a BH fazer a seleção para participar de um intercâmbio profissional na Austrália promovido pelo Rotary.

Conheci pessoas legais, gastei o inglês, e ainda teve lanchezinho com pães-de-queijos deliciosos. Adorei.

Aí fiquei arrancando os poucos cabelos que me restam esperando o resultado.

Tinha horas em que eu ficava otimista, achando que tinha ido bem. Tinha outras em que eu ficava pessimista, achando que a concorrência tinha ido melhor. Mas a consciência estava tranqüila, porque eu tinha me preparado o melhor que podia: antes da seleção, pesquisei sobre o Rotary, sobre o intercâmbio profissional, sobre a Austrália. A irmã I., que é a master trainee lá de casa, deu dicas de dinâmica de grupo. A irmã D., que é a maior fã de intercâmbios, incentivou entusiasticamente.

Confesso que quando cheguei à seleção, firme no meu propósito de não usar maquiagem/roupas justas e enfeitadas, e dei de cara com um concorrente de terno, pensei por um breve instante que talvez a minha estratégia não tivesse sido a melhor. Mas logo reafirmei minha decisão: não era concurso de miss, oras. Eu não estava lá para deleitar o olhar dos julgadores (e julgadoras), ou impressionar os concorrentes com meu fashion sense. Estava lá para mostrar que era dinâmica, comunicativa e sabia falar inglês.

E foi o que eu fiz: o resultado saiu hoje. Aprovada!

(Feliz da vida.)

4 comentários:

Delilah disse...

ei! eu sou a irmã trainee-failure oficial, mas que bom que MESMO com as minhas dicas deu certo =)
parabéeeeeens!

Daniela disse...

PARABÉNS de novo! Pelo menos alguém nessa família vai fazer intercâmbio (além dos meus futuros filhos) =)

Anônimo disse...

Ola Ludmila. Sou a Ana, a sua leitora em Portugal, lembra de mim? Olha o seu blog agora esta muito melhor! Parabens por tudo o que esta a acontecer e tudo de bom para ti é o que lhe desejo! Beijos.

LudLeo disse...

Isablé e Daniblé: thanx!

Ana, muito obrigada pelos elogios e votos de sucesso!

Beijos para todas!