20.10.09

O Caso da Cara Limpa

Para minha grata surpresa, percebi hoje que tem 50 dias que não uso maquiagem/secador/esmalte.

Não usei nada fazendo curso de trabalho, visitando amigas, passeando no shopping, indo a festas de família. Tudo na maior tranqüilidade, se desconsiderarmos os comentários da minha mãe. Mas confesso que disfarcei as olheiras e passei batom duas vezes nesses 50 dias: tirando uma foto para o passaporte e outra para o Rotary. Vaidade, admito, mas bem controlada. Na Polícia Federal, dei ok para a primeira foto digital. No Rotary, fui clicada sem frescura. E ainda falei risonhamente para as outras moças, que se afligiam com a falta de espelho: “gente, não é concurso de miss, é intercâmbio profissional...!”

Quando comecei, tratava-se de um experimento modesto, e eu achava que ia sofrer um pouco. Pois deu tão certo que adotei por tempo indefinido. Não doeu nada, e só me diverti. Deixei de me preocupar com o estado do corretivo, do batom, do penteado. Não fico matutando antes de emitir minha opinião ou aceitar um convite. Durmo com o cabelo molhado. Não me aborreço quando a unha lasca (porque agora elas não lascam, elas são curtas!).

É verdade que eu estou tendo um pouco de conflito com o fato de que uma grande amiga ter me chamado para ser madrinha de casamento. Foi antes do meu experimento; ela mudou de cidade e não acompanhou minhas novas escolhas. Não ia entender lhufas se eu aparecesse no altar de cara lavada e calça comprida. Provavelmente ia achar que era pouco caso.

Então, em nome da nossa amizade e das expectativas sociais, vou usar o vestido longo e decotado que eu já tinha adquirido para a ocasião. Mas não vou fazer as unhas e não vou ao salão arrumar o cabelo. Quanto à maquiagem, estou seriamente inclinada ao estilo zumbi: olho roxo e boca nude.

Já que tenho de ser enfeite, serei um enfeite "user-unfriendly".

6 comentários:

Camilinha disse...

Que tal algo mais equilibrado, nem lá, nem cá???
Acho que vc vai gostar, isso sim, é ser livre! Além de poder aproveitar o melhor dos dois mundos!!!
Eu, por exemplo, quase não uso maquiagem. Protetor solar e gloss. Deixo a maquiagem para situações como essa, pra me fantasiar mesmo!!! Por que não???

Daniela disse...

Ehh, good for you =)
Vc agora tem um passaporte daqueles azuisinhos, é? É mais pimpão?

Anônimo disse...

Ei Lud!

Condordo com a opinião da Camilinha ai em cima!
Nem tanto ao mar nem tanto a terra... eu também não me maqueio pra trabalhar nem pra sair, mas num casamento, é diferente... e ainda você pode lembrar o tanto que as maquiagens são otimas, como você fica diferente e depois volta ao normal! bjo, Chris

Daniel Tavares disse...

Concordo com a Camilinha e a Chris. Não faz sentido deixar de fazer tudo que as mulheres normalmente fazem por simples birra. É mais legal manter aquilo que é bom (se arrumar para grandes festas, por exemplo) e eliminar o que é chato (se arrumar todo dia, pro trabalho). Por outro lado existe a questão do símbolo... se a ideia é ser uma espécie de exemplo para outras pessoas, ser "a feminista que vai libertar as amigas da cegueira do machismo", talvez seja necessário mesmo se aproximar de um extremo.

Isabella disse...

Legal ver sua opinião, seus textos mudando aqui no blog.
Mas não vejo como ruim o fato de vc pintar as unhas ou usar maquiagem no casamento da sua amiga. Como já disseram aqui em cima: é só um dia.
E é legal se arrumar para a situação. Preparar unhas, pele, cabelo para um dia importante na vida da sua amiga.
Penso que estamos num jogo, muitas vezes. Porque festa de casamento pode ser encarada como uma coisa ridícula e fútil (todo mundo vestido formalmente e fingindo estar à vontade nos trajes, no local, no jantar) ou como um grande jogo.
Aliás, como a vida. Como, por exemplo, a conquista de um namorado. Vc sai com ele. Se ele é do tipo que abre a porta, paga a conta, te puxa, vc continua, se deixa ser levada. Caso contrário, entra na onda também: abre a porta, paga a conta, puxa (ou não).
Dentro do que é possível, buscamos por liberdade. Que tal encararmos tudo mesmo como um jogo? Hoje vou passar blush, amanhã não, hoje cozinho, amanhã como o que tiver na geladeira... "Vou sem esmalte no casamento"...
Se for pela liberdade, legal!

Isa em SP disse...

aaaaah aposto que a maquiagem zumbi foi inspirada pela minha make azul com rosa do fds!!! =)
Tirei o visto!